Muthemba Tafari

O Esquecido(Nosferatu)

Description:

O poder de um Nosferatu vem das informações e segredos que ele é capaz de descobrir e a forma como ele usa isso. Assim, Muthemba se empenhou em criar uma rede de informações que usava basicamente animais comuns à cidade como espiões (principalmente ratos, gatos, pombos e outros animais domésticos comuns). Isso lhe deu informação sem que ele precisasse dever favores ou depender de humanos ou membros.
Entendendo a importância de criar uma um mito por que alimentasse e aumentasse as suas proezas (como em sua época tribal, onde os mortais atribuiam a criaturas sobrenaturais feitos e lendas dignos de deuses, e assim os chamavam), ele passou a não agir diretamente no comercio de informações, intrigas ou jogos políticos. Escondeu seu nome, sua origem, seu aspecto e tudo o mais que poderia defini lo como algo alem de um boato.
Para que isso pudesse acontecer de forma completa, ele age através de lacaios, peões ou
contatos.

Tendo conquistado poder, influencia, status e fortuna, ele conseguiu estabelecer o Porto de
Nova Orleans como seu domínio.
Hj, até mesmo os primigenie o escutam e respeitam. Seu domínio e respeitado e reconhecido.
Mas a manutenção para que isso perdure, demanda muito esforço e jogos de poder. Algo que um vampiro com a sua idade já está acostumado.

Bio:

Nascido na região hoje conhecida como Quênia, filho de pescadores o jovem Muthemba não teve uma vida mortal notável, seguindo o caminho de seus pais e se tornando um pescador da tribo Bantu.

Como de costume, sua tribo fazia oferenda aos deuses regularmente, sacrificando animais e em raríssimos casos, pessoas. Em uma dessas raras ocasiões, após uma rigorosa seca, sem rios para pescas e com pouca água para os animais, os anciões da tribo decidiram que era necessário um sacrifício humano para aplacar a ira dos deuses. O sacrifício consistia em subir ao topo do Monte Quênia e esperar até que os deuses tomassem sua vida. Algo que trazia respeito e prestígio à família do voluntário. E foi assim que Tafari encontrou sua morte e sua pós vida.

No topo do monte, após dias sem alimento e sem água, em algo que lhe pareceu uma ilusão,uma figura bestial surgiu, seu cheiro era de morte e seu corpo parecia coberto por pragas. Por razões que nunca conseguiu entender, aquela figura que não parecia um deus tomou sua vida e lhe deu uma maldição.
Nos anos seguintes ao seu abraço, Tafari tentou ajudar sua tribo, mas o que ele havia se
tornado não podia ser revelado aos outros, pois era algo inumano e odioso. Sua dificuldade em se livras dos laços familiares de sua vida mortal, o fizeram sentir a dor a eternidade ao
presenciar a morte de cada um dos seus familiares. Vidas tomadas pelas guerras, doenças ou mesmo pelo tempo.
Nos seculos seguintes, ele aprendeu a se afastar do desejo e da vida mortal. Passou a observar e aprender sobre como o mundo mudava e as coisas aconteciam. A buscar o por que de cada coisa.
O primeiro membro que encontrou após o seu criador, foi aproximadamente 200 anos após o seu abraço. Ele lhe procurou dizendo que eram prole do mesmo mestre e que ele tinha muito a lhe mostrar e a lhe ensinar. Era uma figura hedionda, mas Muthemba também era, então, porque não escutá-lo?
Os séculos seguintes foram de aprendizado e aventuras. Principalmente no velho mundo.
Muthemba nunca havia saído do território da sua tribo e se deliciou com o que viu e prendeu no resto da àfrica e na Europa. Porém durante a Inquisição que vitimou seu “irmão”, e devido à colonização africana que levou membros poderosos à Africa, ele decidiu rumar para o novo mundo.
Assim, ao chegar num continente americano do século XIX, Tafari procurou estabelecer poder,força e legado. Nesses muito anos de pós vida, ele havia aprendido que para se estabelecer nesse novo mundo e no mundo sombrio e ardiloso da Camarilla.

Muthemba Tafari

A Guerra Oculta (Vampiro A Mascara) thwmetal thwmetal